segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O temporal


Quando a tempestade passou, e a garota conseguiu finalmente sair de seu abrigo -  um toldo bem vindo que deixava molhar só os pés - o primeiro pensamento foi para seus irmãos.
Onde estarão?
Fazia tempo havia saído para comprar pão - a padaria tão longe! Sentiu o vento frio, e olhando para o céu percebeu as nuvens escuras, mas precisava comprar o pão. O que sabe sobre tempestades uma garota de 10 anos?
Mas quando saiu da padaria, o pão enrolado em papel, embaixo do braço, sentiu o medo de sempre tomar conta de seu corpo frágil.  Esse medo a acompanharia pela vida toda. Raios, trovões e muito vento.
Correu bastante, conseguiu se esconder no toldo da farmácia, com muitas pessoas espremidas procurando abrigo.
E a chuva foi cruel, barulhenta, assustadora. E a menina encolhida, com o pão para a sopa das crianças embaixo do braço, e o vestido colado ao pequeno corpo molhado e trêmulo.
Que medo! E onde estarão as crianças?
Assim que veio a "estiagem" correu mais, subiu a rua de casa, entrou como uma raio de temporal atrasado  e viu seus pequenos irmãos assustados, deitados em suas camas, chorando de pavor.
O que sabe uma menina de 10 anos? chorar junto, é claro!
Contar a eles a aventura de andar pelas ruas de enxurrada, esconder-se sob o toldo, torcendo para que eles estivessem bem...
E eles estavam - puro alivio - poderiam comer o pão com a sopa rala que só ela sabia fazer.
Porque as mães vão embora tão jovens e deixam seus filhos entregues aos  raios e  tempestades da vida?
Como pode uma menina de 10 anos explicar isso aos irmãos assustados e famintos, esperando o pão?
Perguntas que até hoje assombram a menina, hoje velha, mas que ainda sofre quando chove forte e não sabe onde estão seus filhos e netos, nem seus irmãos.
Encontrarão um toldo para  se protegerem dos raios e salvar o pão?

18 comentários:

  1. Encontrarão sim!!! E estarão à salvo, juntinho de você, minha linda amiga!!!!

    bjs e bjsssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Certamente que sim, pois o legado dessa irmãzinha ficou com eles, no fundo do coração.
    Bjo e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  3. Ivani querida,

    Seus textos me emocionam e me fazem lembrar e refletir.
    Paz e boas lembranças hoje e sempre.

    Beijos,

    Eneida

    ResponderExcluir
  4. Essa menina me emocionou pois ,como ela, ao ver nuvens , temporais, gostaria de ter todos os meus filhos, netos sob minha "asa" e sofri =com os filhos e sofro com os netos. Sempre assim...

    Adorei te ler e senti toda emoção da menina correndo apavorada, preocupada com os irmãos.

    Linda menina, hoje adulta! beijos,tudo de bom,chica( obrigado pelo carinho)

    ResponderExcluir
  5. Olá querida Ivani,
    que texto emocionante! Realmente é muita responsabilidade para uma menina de 10 anos já ter os irmãozinhos sob a sua protecção, mas vc deu conta do recado. A vida realmente pode ser injusta, e existem acontecimentos sem alguma justificação, como é o caso das mães partirem cedo. Tenho um caso na minha família, de uma querida prima que partiu com apenas 27 anos, deixando uma filhinha pequena, eu sei o quanto é duro.
    Desejo que vc e a sua família sempre encontrem um toldo bem grande para se protegerem. :)

    Quanto à minha mãe, ela sai hoje do hospital, vou buscá-la depois do almoço, e levá-la para casa, esperando que tudo corra bem daqui em diante. Obrigada pela sua preocupação. Eu só tive a certeza hoje, e estou à espera de a ter mesmo em casa, para "noticiar" no blog.
    Bjs e fique bem.

    ResponderExcluir
  6. Ivani
    Infelizmente esta é uma realidade vivida por muitos e que às vezes não têm esse toldo que os protege.
    No Blog Alpha e Ômega da querida Maria Luiza de hoje, têm uma postagem sobre Nossa Senhora Aparecida, e quando estava lendo o seu texto relacionei esse "toldo" com a proteção divina de Nossa Senhora. Que ela com seu manto sagrado proteja todas as crianças abandonadas!

    Ivani, agradeço sua visita carinhosa.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  7. Ah Ivani, eles sempre terão a você. Ô amiga, eu tenho você...KKkkk!

    Depois da nossa festinha, fui arrebatada por uma notícia muito triste, la´da amiga que perdeu o filho pra uma picada de abelha, vai vendo. Triste demais, repentino demais. Ontem fiquei sem chão. É um daqueles casos que fazem a gente parar pra pensar e repensar. Fiz mal em postar? Nem pensei nisso, só fiquei procurando alguma coisa que me puxasse pro chão. Hoje tô melhor, claro. Bem diferente da minha amiga, que vai começar um período triste de recuperação, será que recupera, né amiga? Bjo grande e obrigada...

    ResponderExcluir
  8. O que sabe uma menina de 10 ou 100 anos sobre as mães que são arrebatadas por raios e trovões?
    Entre tempestades e estiagens seguem sem saber...
    Lindo. Beijo

    ResponderExcluir
  9. oi ivani
    espero que essa menina tenha encontrado um porto seguro,um braço amigo,e que seus irmãos,
    com o passar do tempo tenha aprendido que os temporais servem para lavar o mondo,a alma.
    e que eles também tenha encontrado um abrido para as próximas tempestades da vida.


    baci

    ResponderExcluir
  10. Que história tão triste...e ao mesmo tempo tão real...e pensar que há milhares de crianças passando agora mesmo por isso...me emociona...mas se elas tiverem fé...

    Um beijo, querida...

    ResponderExcluir
  11. Ivani querida,estou aqui emocionada com sua história e com vontade de pegar a menina no colo,protegê-la de todas as chuvas e de todos os medos...e dizer prá ela que, por maior que seja o temporal,sempre haverá um Anjo do seu lado e do lado de seus irmãos,filhos e netos...o sol já vai chegar e trazer luz e alegria para seus corações.

    Bjsssss,amiga e um lindo dia ,
    Leninha

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, vim dar uma espiadinha como sempre. Pena q nem sempre consigo deixar comentários... Mas estou tentando!
    Lindamente escrito!

    ResponderExcluir
  14. Ivani, me emocionei. E esta menina, hoje velha, como disse, é uma guerreira. Os sonhos nos movem, sabemos que após o temporal, vem a calmaria, calmaria do abraço, das mãos dadas. Isso tempo nenhum leva do coração da gente.
    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Ivani, danada, claro que eles têm um lugar para se protegerem: seu enorme coração!! Sempre terão! E como diz a Cris, até eu tenho!rs

    Puxa, fiquei tão sentida com a história da amiga da Cris...puxa, que dó. O que fazer para ajudar?

    Beijos minha amiga!!!
    Bela

    ResponderExcluir
  16. Awnnnn, amei seu blog.
    Muito legal.
    Já estou seguindo.

    Segue o meu?

    http://blogmuitofofodaaline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. E eu chorei junto com a menina de 10 anos, e seus irmãos...
    Um grande beijo, e muita ternura pra você.

    ResponderExcluir
  18. Queridinha,,,,desculpe, só hoje pude ver sua mensagem...uma coisa é certa, você sempre foi o meu anjo, estou emocionado.

    Beijos

    ResponderExcluir