sábado, 11 de setembro de 2010

uma vida



esperei  esse livro por muito tempo.  Quando comprei, na semana passada, ao apertá-lo contra o peito enquanto andava pela livraria, era como se estivesse abraçando Gabo.
foi uma sensação mágica, assim como são mágicos todos os seus livros.
tenho todos, e alguns já li duas ou três vezes. Lembro-me que minha filha Juliana comprou "Cem anos de Solidão", mas como toda adolescente, não teve paciência para ler, e esse livro esteve lá, na mesa de seu quarto por um bom tempo.
então,  resolvi folhear o livro, ler as abas, a introdução, e quando me dei conta estava perdidamente apaixonada pelo autor. Fui comprando outros, e à medida que lia, me encantava mais e mais pelo seu modo incrivelmente fantasioso e envolvente de contar suas historias.
esse homem tem uma imaginação fascinante e me arrebata para seu mundo maravilhoso nas terras de sua Colombia, banhada pelo mar do Caribe.
além de seus romances, tenho toda sua obra jornalística, reunida em livros. quando foi correspondente de um grande jornal de Bogotá em terras da Europa. São textos brilhantes,  envolventes, que me fazem querer ler muito mais.
essa biografia deve ser perfeita, pois foi autorizada por ele, com muitas entrevistas com amigos e parentes, e muitas fotos também. Ainda não comecei a ler, primeiro preciso terminar Ilha sob o mar, de Isabel Allende, pois não consigo deixar um livro pela metade para começar outro. E esse livro que leio agora é muito interessante!  fala da escravidão nos anos 1700/800, mas não no Brasil e sim no Haiti, quando ainda não era esse o nome da ilha e sim Santo Domingues, dominada de um lado por franceses e outro espanhois. A historia começa na ilha, onde cultivava-se a cana para açúcar, e termina na Lousiania, Mississipi. Mais precisamente, Nova Orleans, essa mesma, onde ocorreu aquela catástrofe do furacão katrina.
já é possivel imaginar o quanto é interessante, e como é que vou suspender essa leitura para começar outra?
impossivel, Gabo vai ter que ficar mais um pouco descansando no armário.  Quando puder lê-lo, sei que vai ser como uma viagem, uma loucura, um deslumbramento de informações e historias maravilhosas, verdadeiras, sobre uma vida fantástica que só ele poderia ter. Porque acredito que, para ser um escritor com o potencial de Gabriel Garcia Marquez, há que ter vivido de maneira plena todos os seus sonhos e loucuras, senão seria impossivel passar para os leitores toda essa mágica.
vou contando aos poucos aqui nesse meu blog querido. Prometo não chatear com exageros, escrevendo demais sobre o assunto. Mas que vou contar, ah! vou mesmo!
beijo

8 comentários:

  1. Ai ai... você está com coceirinha nas mãos né...
    Estou vendo que tem gente que vai passar a madrugada em claro...lendo, lendo e lendo...
    Vai ser muito bom saber todos os detalhes da vida dele, como ele se inspira para escrever...
    E quanto ao livro "Cem anos de solidão", é verdade...eu tinha me esquecido que eu que comprei!!! Então quer dizer eu fui EEEEUUUU que te apresentei o Gabo???????Arrasei hein!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Isso que é paixão,o resto é resto....
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Mmmmm!! Ele tem este efeito arrebatador no seu imaginário...engraçado que mesmo que vc releia teus textos sempre vai ser como se fossem novos!! Aeee Ju, arrasou!! Bjokas!!

    ResponderExcluir
  4. Gosto demais dele também!! Já li alguns e este aí ainda não. Quero lê-lo com tempo, nas férias talvez!!
    Querida, Ivani, boa semana para vc!!!

    Beijocas!! Bela.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns madrinha...queria ser apaixonado por leitura...mas no momento ainda estou no "Diário de um banana"...mas eu chego lá. Um beijo. Fêfê

    ResponderExcluir
  6. não desista Fefê, você ainda vai ler um bom livro, tem que acreditar nisso!
    obrigada pela visita, beijo
    e beijo também para minhas amigas e filhas e nora que dão uma espiadinha por aqui.
    AH! não posso esquecer minha irmã, e meu irmão também, senão...dá briga!
    beijo

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que voce não esqueceu...daria uma briga muito feia...rsrsrsr...Ivani eu fico impressionada com a admiração (não sei se é este o termo) que voce tem pelo Gabriel, eu estava estranhando voce ainda não ter escrito nada sobre ele...tenho certeza que voce vai se deleitar lendo este livro...

    Beijos

    Eliana

    ResponderExcluir
  8. Ia me esquecendo...A Ju é tão metida....rsrsrsrs

    Beijos

    Eliana

    ResponderExcluir