sábado, 27 de junho de 2015

São João - você me viu






Deixei passar uns dias, três na verdade,
Para poder falar de saudade.
Fui eu quem convidou você para a festa de São João
Inventei que ia dançar quadrilha, e precisava de par
Mas na verdade eu só queria não perder o seu olhar

E não perdi nunca mais, sempre você estava lá
Me olhando por entre as bandeirolas da vida
Umas escuras, outras bem coloridas
Mas você estava lá,  porque eu tanto precisava
E porque eu nem media,  o quanto isso me alegrava

Foi um arraiá alegre, bonito de fazer gosto
A gente dançou quadrilha, encostando rosto com rosto
E assim foi a vida sempre, rodopiando sem medo
Penso até que São João, em sua sabedoriaN
Resolveu transformar em amor, aquele olhar que sorria

Hoje, depois de uma vida, inteirinha de cirandas,
Dançando a dança dos anos, as vezes rindo
Algumas chorando
Queria voltar atrás, naquela festa junina, cheia de bandeirinhas
Para poder mergulhar, por um minuto apenas
Naquele olhar castanho que lançava estrelinhas

Penso que era o fogo, da fogueira estalando
Que soltava estrelinhas, que iam se espalhando
Pela noite fria de junho, e nossos olhares tão jovens
Tão maravilhosamente jovens
Iam promessas trocando.



12 comentários:

  1. UAU!! Fiquei arrepiada aqui,Ivani! Fizeste uma poesia linda,guria! E ainda me fala que estás sem inspiração? Deixa de ser boba,rs ADOREI e me emocionei pos deu pra sentir toda a saudade daqueles olhos e do arraial. Lindo,lindo! beijos e te anima! Escreve! Sempre que o fazes é lindo! Gosto muito, pois escreves com o coração e isso me chama sempre! bjs, tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é bom ter amigos! Amo você Chica linda! Obrigada.

      Excluir
  2. Ficou uns dias quietinha e o que temos de volta? Uma poetisa! Eu desconhecia esse lado teu e tenho que parabenizá-la e incentivá-la. Ficou incrível!
    Uma maneira delicada como olhares que sorriem, intensa, feito fogueira a estalar e tudo isso para aquecer teu coração cheio de saudade e certamente gratidão por ter tido uma vida inteira de cirandas!
    Emendando a Chica, não deixe de escrever porque você talvez não imagina como isso faz bem a quem te lê!
    beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, nada como uma massagem no ego, rsrsrs
      Vocês são lindas e queridas, obrigada.

      Excluir
  3. Eita nós

    Lindo poetar tipo cordel, tipo lindo e estrelar
    Eu sigo com o par sem as bandeirolas e forró
    Tá aqui mas não mais está
    Ah que se entender ou não as voltas desse mundão
    Uns ficam outros vão
    Uns entendem outros não
    O valor de poder ver a cada junho os festejos de São João

    Não apague a sua fogueira amiga poeta e rendeira
    Ascenda aqui com palavras e na vida com o viver pelos dois o lume do vida ter
    Pé e chão
    Chão e pó
    Paixão acessa no nosso coração
    Presente ou ausente
    Presente ausente
    Ausente ausente
    Presente presente
    Do jeito que for
    É ruim não
    É bão

    Simbora relembrar e criar novas memórias, referências e reverências
    Porque amor é fruto e festa do ano inteiro
    De quem se exige ser inteiro
    Sejamos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo ter amiga poeta!
      Adorei isso Tina, você é ótima no verso em menina?
      Obrigada por enriqueçer meu espaço, beijos querida.

      Excluir
  4. Oi, Ivani!
    "São João, acende a fogueira do meu coração!"
    Um amor abençoado!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  5. Ivani, voltei aqui pra agradecer teus lindos carinhos por lá"! Obrigadão de coração e aqui, Kiko é mesmo um italianão forte e vamos turar mais essa de letra! Assim esperamos e confiamos! vamos que vamos, força na peruca! Tuuuuuuuuudo de bom por aí!

    E agora um puxão de orelhas. Desde junho sem aparecer aqui no teu blog? Danadinha! bjs, chica

    ResponderExcluir
  6. Ivani, como vai? Apesar de sua ausência quero deixar meu abraço de feliz 2016, que muitos sonhos sejam pensados e realizados! Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  7. Estou a tentar visitar todos os amigos da verdade em poesia afim de lhes desejar um 2016 muito feliz cheio de grandes vitórias e muita saúde e Paz.
    António.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Ivani, que surpresa seu lado poeta! Uma delícia de poesia. Faz o favor de assinar, viu? Antes que comece a circular como de outra pessoa. Eu vou "roubartilhar" no São João do ano que vem, vai ver! rs Beijo.

    ResponderExcluir