sábado, 6 de abril de 2013

o que digo a ela?




O que dizer à menina de olhos curiosos e assustados que espreita pela fresta de luz que vem do corredor?
Essa menina viu muitas coisas, na mais tenra idade, mas hoje quer saber...
Ela quer saber dessa insônia, dessa saudade, dessa marca indelével que fica da infância mal resolvida, da dor mal curada.

Diga a ela, que o tempo passa, que a dor nos alcança. Vamos, diga a ela...
Diga que os anos transformam, não só a aparência, mas  a alma também.
Olho a menina e digo, não vá...espera! Deixe-me olhar para suas mãos pequenas de dedos finos.
Deixe-me lembrar de suas sardas e dos cabelos pretos. E os pés, esses pés maltratados por sapatos baratos, chinelos grosseiros. Que caminhavam no pó, ou na lama.
Quero alisar seu vestido, de botões faltando, de pontos  franzidos em tecido envelhecido.
Nessas noites de insônia e pouca luz, de saudades e orações, digo à menina preocupada comigo: fica mais um pouco, deita aqui no calor do cantinho da cama, encosta em mim.
Voce menina, que seria a mais doce e linda recordação de uma vida, é hoje uma lembrança dolorosa de uma infância com momentos tristes, cansados, de medo.

Não é toda noite, mas algumas são tão longas e frias, só esse corpinho miudo para me acalentar.
Que bom que amanhece e há sol!




24 comentários:

  1. Li,reli e é tanta a profundidade. Tão lindo, bem escrito...

    Há noites onde as coisas afloram em sonhos ou acordadas...
    Sinceramente, nem sei o que dizer. Me fecho aqui a pensar... E espero que as noites de escuridão sejam sempre menores e que brilhem as boas e lindas recordações para essa menina que, certamente as tem em grande número também!


    beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Ivani, minha amiga querida...
    Nós, que conhecemos as noites de insônia, sabemos bem que elas vem por um motivo.
    Há semanas que vinha enfrentando noites inteiras sem dormir e no dia seguinte: trabalho.
    Comentei com um amigo o que estava acontecendo e ele me perguntou sobre o que eu ficava pensando durante as horas da madrugada. Eu lhe forneci a informação: sérias preocupações com o futuro.
    Então ele me disse: "Você precisa parar de trazer o futuro para onde o presente está. Isso não traz qualquer benefício a você neste momento"
    Pode parecer ingênuo, mas esse comentário me ajudou imensamente. Ainda durmo pouco, mas estou dormindo.
    No seu caso, minha amiga, o mesmo conselho pode valer. Apenas troquemos o futuro pelo passado, querida. Deixe-o onde está! Não permita que ele ocupe lugar no presente...

    Um beijo carregado de ternura e um agradecimento pela doçura de sua amizade.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ivani! Você sempre com seus escritos tão carregados de ternura, mesmo quando são tristes. Há tempos não ando dormindo bem, só quando tomo relaxante muscular. Durmo em alerta, tensa...mas estou prestes a sanar alguns problemas e quiçá, espero que com eles o sono volte e a tranquilidade de acordar me sentindo bem, também.
    Mas há algum tempo aprendi a evitar que os pensamentos medonhos, aqueles que merecem ficar guardados num porão escuro e esquecido...quando eles vem me tomar de assalto eu digo:"vão pra longe que eu quero é paz e alegria". E começo a alimentar meus sonhos para o futuro, bem coloridos e cheios de vida.
    Quem sabe funciona contigo?
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. OI, querida!!! Que texto carregado de emoção!!! Li, sentindo um aperto na alma... Ivani, tá tudo bem com você, né??? Fico preocupada. Quero te ver feliz!!!
    Faz um post daqueles da tv antiga, das coisas que não se fazem mais... pra gente rir junto com vc!!!

    bjinhos e beijões

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga ...

    Há pouco conversava (pelo face) com minha irmã que mora em Minas.Coitada, a tempos que sofre com insônia.Não dorme à noite, só pela manhã, o que deixa a vida bem atrapalhada.Ela esteve tentanto com remédios, no princípio deu certo, mas depois...Então eu dizia a ela que procurasse fazer uma atividade física ( não sei se vc faz), pois cansa o corpo e o resultado é uma noite bem dormida e mais disposição no outro dia.Penso que vc já tenha passado dos 40 e isso também parece que é um fator que contribui, vejo muitas amigas reclamando da tal insônia ...que chato isso!!
    Bom, eu tenho 42, resolvi agora, com um pouco mais de tempo pra mim, me cuidar.Estou fazendo tratamento ortomolecular e caminhada todos os dias, estou me sentindo ótima ...
    Espero que ache uma saída pra vc e quando o sono não chegar, seja amiga da insônia, vá fazer algo legal para não ficar pensando besteiras...rsrs
    Há um tempinho atrás, eu estava acordando todos os dias duas e meia da madruga, aí eu ia passar roupa, depois dormia e no outro dia tava adiantado meu serviço, que doida né...rsrs

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  6. Deixe esse sol entrar no amanhecer. E aquecer a menininha e o adulto. Os anos transformam também a alma, como você lindamente escreveu. Quem sabe não suaviza também essa lembrança dolorosa?
    Os olhos da menina continuam lindos e transbordando curiosidade pelo mundo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Só posso dizer que és maravilhosa.
    Hoje o dia está sendo de lindas postagens, emocionantes...
    Muitos presentes, felicidade da filha em Paris, meu bolo banana que deu certo, meu nome no Sakura no Japão...
    Teu saudosismo dolorido, noite de insônia, comentários carinhosos.
    Graças a Deus estamos vivendo na era da tecnologia podendo repartir nossas alegrias, tristezas, saudades, amores, com amigos que de outra forma não os teríamos.
    Beijinho,
    Beth

    ResponderExcluir
  8. Olá, minha querida,

    O dia sempre chega e com ele novas possibilidades. Mas é certo que há tempo para o saudosismo e para as lembranças nem sempre felizes, tudo porém, faz parte, e se soma para formar que o somos, rsrs.
    Olha, meu marido me disse que o primeiro capítulo da série repetiria "no fim de semana", dê uma olhada na grade da emissora, e veja se não é hoje.

    Um beijo, boa noite e bom domingo!

    ResponderExcluir
  9. oi flor te seguindo! vem conhecer meu cantinho *-* ,pinkbjs.
    http://pinkbelezura.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/pinkbelezura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Diga a ela, a menininha, que traumas alimentam alma.

    ResponderExcluir
  11. Ô querida, também costumo encontrar com minha menina de vez em quando. Acredito que precisamos acolhê-la, dar colo, acarinhá-la, protegê-la para curar sua feridas, ou amenizá-las. Lendo teu texto tão sensível, lembrei do meu livro-bíblia: Mulheres que correm com os lobos. Conheces? Quem sabe também te faça bem. Abração!

    ResponderExcluir
  12. Ivani, que postagem linda. Você escreveu muito bem. A medida que se lê dá até para enxergar a menina. Parabéns pela escrita e pela linda estória.
    Beijo no seu coração
    Manoel

    ResponderExcluir
  13. Ivani, querida, quem não se cruza, de quando em quando, com essa menina assustada? Toda a infância tem seu lado sombrio!
    Muito comovente o teu texto... Quase arrepiante, quase doloroso, quase!
    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho uma menina assim dentro de mim, com máguas no corpo e na alma de quando era criança.
    Ás da alma não as vejo mas são as que mais fazem sofrer, e não consigo esquecer quem mas fez, a mim, ao meu irmão e á minha mãe essa a pior vitima.
    ás vezes sou azeda, muito azeda muito amarga, muito sozinha porque tenho medo das máguas da alma....
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Querida Ivani,

    Quanta sensibilidade! Meu Deus, como você sabe escrever e descrever! Diga à menina que no futuro vai haver uma fantasia de coelho azul e que esse tempo será muito feliz.

    Beijos,

    Eneida

    ResponderExcluir
  17. diga a essa menina que as feridas da infância ,
    não saram nunca.
    e isso eu sei por experiencia.
    e que a falta de amor neste período condiciona toda a vida.
    e que se deve sempre ter sonhos, projetos,e nunca deixar a mente vagar por conta própria, porque ela sempre vai parar onde não deve.

    ResponderExcluir
  18. Percebo que para muitas pessoas, ao contrário de mim, a insônia não é uma boa companheira, não torna a noite produtiva e sim, perturbadora.
    Não há muito o que dizer à menina, você já disse tudo parceira.
    Que bom que amanhece e há sol...

    ResponderExcluir
  19. Bom Dia Queridinha.

    Percebi,....ai ai.. você e sua insônia e lembranças, deixa eu mostrar uma coisa....lembra da coisa?
    Não sei quem escreveu.

    "Percebi, que por mais que eu me esforce, não conseguirei mudar o passado, então, o ideal é aceitá-lo.
    Que ainda que eu tente programar meu futuro, continuarei sempre pensando em outro futuro quando o futuro chegar e isso não terá fim.
    Aprendi que perco muito tempo apenas pensando sem agir, e isso me faz mal.
    Concluí, que por mais que eu me esforce para agradar a todos, serei sempre o homem perfeito para àqueles que não me conhecem.
    Constatei, que quando me arrependo de algo, é sinal de que meu passado ainda me influencia.
    Analisei, que o presente eu posso mudá-lo. Decidindo chorar ou sorrir, lamentar ou agradecer, avançar ou desistir nas 24 horas do meu dia.
    Verifiquei que eu tenho que amar os que não me amam, perdoar os que me maldizem, chorar com os que choram, ser amigo dos meus inimigos e nascer de novo para ter todos esses atributos.
    Escolhi acordar mais cedo para ver o Sol nascer e, depois, sair correndo do trabalho para poder vê-lo se pôr, pois, quem sabe assim, outras pessoas também fariam o mesmo e teríamos o mundo romântico sonhado pelos poetas.
    Acabei por esquecer as cicatrizes da minha vida; usei amor, entendimento e conformismo como remédio, assim, consegui ver que tudo não passou de um teste e de lições as quais jamais errarei na próxima prova.
    Acolhi minha insônia como companheira e professora, até por que, ela me fez ver as melhores coisas que a vida pôde me dar, assim sendo, usei as noites em claro para endireitar meus pensamentos, para escrever cartas de amor para a mulher que amo, para agradecer a linda família que tenho, para rejubilar por mais um dia que o Nosso pai do céu me deu e me protegeu.
    Reconheci que todas as nossas ações é uma caneta e que a vida não nos dá borracha para apagar as consequências e as marcas."
    Beijos....de vez em quando um comprimidinho da Jú ajuda.

    ResponderExcluir
  20. Essas meninas que vez ou outra nos toma de assalto e nos deixa assim inspiradas ...adorei o texto,
    muito bom 'menininha',Parabéns

    ResponderExcluir
  21. Meninas e meninos
    De hoje e de ontem
    Insônias
    Cansaço
    Saudades
    Doces e amargas recordações
    O que dizer?
    O que fazer?
    cada um tem sua fé, seu bálsamo, seus comos e por ondes
    Do lado de cá, a espreita tem uma outra não mais menina, cheia de sonhos, poesia, passarinhices, gaiatices e medos, lembranças ruins e que te manda junto com um abraço, frases e pensamentos, reflexões para povoarem os momentos de solidão, dor, medo, angústia.
    Minutos de sabedoria para te dar alegria e comemorar cada novo dia que veres nascer.

    “Rezar muito e ter fé. Porque as coisas estão todas amarradinhas em Deus.”
    Guimarães Rosa

    "Lembra o tempo que você sentia, e sentir era a forma mais sábia de saber, e você nem sabia?"
    Alice Ruiz

    “De vez em quando é bom andar para trás só pra cruzar com você de novo”

    “Nem todos os dias são iguais
    Nem todas as fases são boas
    Nem todas as luas são as mesmas
    Nem todo sufoco é à toa”

    “A vida, entendeu, era bem parecida com uma música.
    No começo, há mistério, e no final, confirmação, mas é no meio que reside a emoção e faz com que a coisa toda valha a pena.”
    Nicholas Sparks


    “Às vezes é preciso diminuir a barulheira, parar de fazer perguntas, parar de imaginar respostas, aquietar um pouco a vida para simplesmente deixar o coração nos contar o que sabe. E ele conta. Com a calma e a clareza que tem.”

    “Que eu possa tomar banho de cachoeira. Que eu seja a vontade de rir. Que eu possa chorar ao assistir filmes. Que transforme a raiva em vontade de me entender. Que eu possa soltar os vaga-lumes que prendi em potes. Que eu me lembre de ser feliz.”
    Carpinejar

    ResponderExcluir
  22. Ivani
    saudades de você
    de sua escrita repleta de reflexões

    , O que dizer a menininha? essa menininha triste da infância?
    que acalenta a noite de insônia , mas que retém as amargas lembranças?
    Sinto muito, se afaste, para ser feliz totalmente. Quando o sol brilhar, só haverá um corpo de mulher, firme e decidida, que não se rende a sombras, mas sim a luz do sol.
    Estou sendo muito dura? Não sei.
    Para afastar qualquer sofrimento e alimentar lembranças tristes, é preciso deleta-las e não alimentá-las. Guarde a menininha, não deite com ela, Deixe que a mulher segura germine e se ilumine.
    bjs
    Zizi

    ResponderExcluir
  23. Oi Ivani, que texto lindo. Mas um pouco melancólico, mas lindo. De vez em quando essa menininha nos pega...
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Como sempre você me emociona com suas crônicas e textos. Como sempre é um grande prazer vir visitá-la.
    Diga a essas menina que eu envio a ela um abraço bem apertado, e que se eu pudesse eu a carregaria no colo.

    ResponderExcluir